FAMA: o novo destino das artes

A partir de 1911, a antiga fábrica localizada na região central de Itu era conhecida como uma importante tecelagem do Brasil. Desde junho passado, no entanto, o espaço voltou-se completamente às artes. É lá que funciona a FAMA, Fábrica de Artes Marcos Amaro, que reunirá obras de alguns dos maiores artistas brasileiros. Ainda em formação, o local abrigará residências, assim como instalações e exposições temporárias e permanentes, como a mostra “Tridimensional”, que ocupa há quatro meses a sala Almeida Junior (uma homenagem ao artista plástico nascido na cidade), com cerca de 50 peças, entre trabalhos de Nuno Ramos, Tunga, Adriana Varejão, Henrique Oliveira e também obras produzidas pelo próprio idealizador do espaço, Marcos Amaro – tudo com curadoria de Ricardo Resende.

Filho do comandante Rolim Adolfo Amaro, Fundador da TAM, Marcos é um entusiasta das artes, tanto em frente quanto por trás das telas. No mês de novembro, inclusive, inaugura na Luis Maluf Gallery, no bairro dos Jardins, em São Paulo, sua segunda exposição individual. Por isso é natural que seu trabalho e a fundação que leva seu nome apareçam vinculadas de forma orgânica. Nos jardins da FAMA é possível encontrar antigas esculturas de Marcos, feitas com pedaços de aviões, ao lado de peças de Emanoel Araújo, José Spaniol, Mestre Didi, Gilberto Salvador, entre outras.

No mês passado, o espaço recebeu um interessante site specific do artista Rubens Espírito Santo e Atelier do Centro. Chamada “Cabana Frei Otto”, a instalação foi concebida por um grupo multidisciplinar de 15 artistas, entre arquitetos, especialistas em elétrica, filosofia da arte, contabilidade e fotografia. A inspiração partiu do legado do engenheiro e arquiteto alemão Frei Otto (1925 – 2015), pioneiro das questões ecológicas na arquitetura, cujos projetos surgiam da compreensão de leis das ciências naturais.

Para os amantes das artes, o destino é diversão e inspiração certa!

FAMA: Rua Padre Bartolomeu Tadei, 9, Itu